[RP - Fechada] Back to life 25/05/2016

 :: California :: A Cidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP - Fechada] Back to life 25/05/2016

Mensagem por Hazel Calizaire Ziegler em Qua Maio 25, 2016 8:14 pm

— Back to life
A postagem é iniciada por Hazel Calizaire Ziegler e Charlote W. Barakat. Estando então, FECHADA para os demais. Passando-se esta em 25/5/2016, Parque Nacional de Redwood. O conteúdo é LIVRE. A postagem está EM ANDAMENTO.
— exilium rpg


Última edição por Hazel Calizaire Ziegler em Qua Maio 25, 2016 8:26 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Hazel Calizaire Ziegler
CAÇADOR
CAÇADOR

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/05/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] Back to life 25/05/2016

Mensagem por Hazel Calizaire Ziegler em Qua Maio 25, 2016 8:24 pm


New life? Oh really?
O sol começava a se esconder por trás das montanhas e finalmente eu havia passado por aquela bendita placa de "bem vindo" que toda a cidade tinha. Já devia estar dirigindo umas três horas, a ansiedade e o medo de retornar a um lugar que me trazia fortes lembranças já invadiam o meu ser. Tirando o fato de que já estava cansada de ficar sentada, mas acho que isso tudo fazia parte do quadro da ansiedade. — Ah, fala sério. Só pode ser brincadeira.. — Murmurei batendo com uma das mãos no volante e jogando minha cabeça para trás. Eu devia estar a meros minutos de casa, mas parecia que tudo tentava me impedir de que eu o fizesse. Balancei minha cabeça em um gesto negativo e entrei na primeira rua que vi, não estava com paciência para aturar engarrafamentos.

Aos poucos o asfalto foi sumindo e o barro começou a tomar conta da estrada, o que doeu no meu coração, havia lavado meu carro ontem. — Senhor, você pode... — Uma das minhas sobrancelhas se elevou automaticamente ao notar o desdem do homem de cabelos prateados. Ele simplesmente continuou andando, fingindo que não havia me escutado. — Obrigada. — Meneei a cabeça de volta para dentro do carro e bufei, fazendo as mechas que haviam caído sobre meu rosto voarem. Tirei o cinto de segurança e encostei o carro, coloquei parte dele na grama e a outra na estrada de barro. Puxei o freio de mão e tirei a chave da ignição, a colocando por dentro do bolso do casaco. Abri a porta e me retirei do automóvel, bati a porta e esperei o vidro subir antes de me afastar. Enquanto andava apalpava minhas veste, tendo certeza de que as armas que tinha mania de esconder por entre elas estavam ali, sorri ao notar que sim.

Vida de uma caçadora não é fácil. Não foi uma coisa que eu escolhi para mim, está mais ligado a sangue, eu acho. Eu não pedi para isso acontecer, não houve cerimônias ou coisa do tipo, simplesmente aconteceu e uma vez que você demonstra saber mais ou ter habilidades que nenhum outro humano teria coisas estranhas acontecem. Simplesmente tive que aprender a lidar com elas. Levei ambas as mãos até meus cabelos e puxei com o dente o elástico que estava em meu pulso, obtive sucesso na minha tentativa de prender meu cabelo em um rabo de cavalo alto, porém ainda restaram algumas mechas na frente do meu rosto que formaram cachos. — Parque Nacional de Redwood? — Uni minhas sobrancelhas franzindo o cenho ao ver a placa. Na minha infância não me lembro daquele lugar, apesar de ter frequentado muitas matas fechadas com meu pai, amava fazer trilha. Olhei para trás e ainda pude ver meu carro parado, mas já estava a uma distância razoável de mim. Tornei a olhar para frente e adentrar aquele lugar, enquanto houvesse esse caminho de barro significava que eu poderia esbarrar com alguém a qualquer momento.

Agora eu não podia mais ver meu carro nas vezes que parava para olhar para trás. Só havia me restado o verde da grama e da folhagem, o marrom do tronco das árvores e do barro que sujava minhas botas de couro falsas. Sim, eu não gostava de couro verdadeiro. Como os humanos se sentiriam se sua pele fosse retirada para fazer casacos, bolsas ou sapatos? Acho que não seria nada legal. Meus olhos se arregalaram ao ver um carro vir em disparada, dava muito bem para o motorista desviar, mas o filho de uma boa mãe decidiu seguir na minha direção. Fui obrigada a pular para o lado e cair de lado no chão, peguei rapidamente a arma que estava presa no meu cinto e mirei na roda traseira. O primeiro disparo acertou na carcaça, mas o segundo atingiu em cheio o pneu, fazendo com que ele perdesse o controle da mesma. Me levantei enfurecida e revirei meus olhos ao ver que boa parte da minha roupa estava suja com aquele marrom do barro. — Ah não.. — Murmurei me contendo para não usar as mãos como pano para tirar o excesso daquela lama, mas assim eu só me sujaria mais. Pressionei meus lábios e os mesmos formaram uma linha, cerrei a mão que não segurava a arma em punho e a outra se apertou no objeto.

Respirei fundo e o guardei por entre minhas vestes, eu conhecia meu temperamento, não seria bom me aproximar dele com ela em mãos. Andei na direção do carro e ergui uma das minhas sobrancelhas ao notar que o motorista que segundos atrás estava ali havia sumido. —Vai brincar de pique? Sério? — Abri a porta e vi que a chave ainda estava na ignição, ergui uma de minhas sobrancelhas e tornei a olhar para o lugar a minha volta. Uma pessoa não conseguiria sair do carro tão rápido assim, ainda mais depois de um susto desses. — Não me dê trabalho, dai eu prometo que não darei para você. — Proferi e permaneci atenta nos arbustos a minha volta e nas árvores aguardando alguma aparição.

avatar
Hazel Calizaire Ziegler
CAÇADOR
CAÇADOR

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/05/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] Back to life 25/05/2016

Mensagem por Charlote W. Barakat em Qua Maio 25, 2016 9:36 pm



nothing like the florest



Sabe quando você tem uma rotina e você raramente quebra ela? Bom, eu tenho a minha. Por mas que eu deteste fazer a mesma coisa todo santo dia eu fazia porque eu quero ficar nas sombras por enquanto, não queria chamar a atenção pelo o que realmente sou e não estou falando nada babaca tipo "era um ex-criminoso" ou "um ex-serial killer", não! Eu sou o que a humanidade chama de monstro, o que é meio irônico porque também chamo eles assim mas voltando para a minha rotina. Antes de fazer qualquer coisa eu iria para parque de redwood por dois motivo:
1: Era o parque mais perto.
2: Era muito bonito.

E além do mais eu exploro esse parque mais a cada dia por isso as vezes vou de carro até o ultimo lugar que eu fui e continuo a explorar daí.

Como eu apenas ia para o parque eu vesti minha calça legue preta, uma botinha sem salto de couro da mesma cor, uma blusinha branca simples e caso eu sinta frio (e com caso quer dizer eu com certeza vou sentir frio) peguei minha jaqueta que era também de couro e surpresa, também era preta. O quê? Uso muito preto? Mas é claro, eu acho que reflete minha alma sabe, dark e não liga para nada. Pois é, essa sou eu, fazer o que, até eu me desprezo as vezes para ser o honesta, não culpo ninguém por me odiar. Agora, vamos parar de falar de como eu me odeio e ir logo para o carro porque se eu demorar muito eu não vou terminar as coisas que eu tenho que fazer hoje.

Peguei o carro, liguei e logo comecei a ir quase com toda a velocidade até a floresta até chegar na trilha que tinha lá, comecei a ir mas devagar afinal não é a melhor qualidade de carro.


— Isso é brincadeira né? — Avistei uma pessoa bem no meio do meu caminho, e bom já não sou uma pessoa bem humorada ainda mais de manhã — Você que pediu... — sussurrei para mim mesma enquanto avançava com o carro, sei que é meio malvado isso mas, bom eu não ligo se é ou não, sendo honesta aqui.

A morena se jogou fora da trilha para não ser atropelada, inteligente o que fez, na verdade esperava que fizesse isso porque não estava afim de carregar literalmente um peso morto comigo, está vendo isso é bom né? Não quis matar alguém, foi por preguiça mas já é meio caminho andado eu acho. Eu ouço um tiro, 'ai merda..' foi a primeira coisa que eu pensei e acho que tive sorte de não ter sido na minha cabeça mas infelizmente foi a roda do meu carro, ela vai pagar para uma nova roda, espero eu pelo menos.

— Parabêns, Charlote, você implicou com gente que não devia — Respirei fundo ainda falando comigo mesma — Acho que vai acreditar que foi uma brincadeira? — estava dentro do carro que perdeu o caminho. — Acho que ela não é tão idiota assim... —

Nothing Like the Florest – basically me being me.



avatar
Charlote W. Barakat
ASWANG
ASWANG

Mensagens : 11
Data de inscrição : 22/05/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] Back to life 25/05/2016

Mensagem por Hazel Calizaire Ziegler em Qui Maio 26, 2016 11:00 am


New life? Oh really?

Minha sobrancelha tornou a se elevar assim que olhei novamente para o carro e lá estava o motorista, na verdade a motorista. Mas como? Se segundos atrás ela não estava ali? Aquilo já denunciara que não era um humano e me deixava em sinal de alerta. — Sim, não sou idiota. — Retruquei para ela saber que havia escutado o seu comentário. Senti um calafrio devido ao gélido da lama penetrar minha roupa e tocar minha pele, suspirei e me mantive atenta a loira dentro do carro. — Sempre dirige assim? Você poderia ter matado alguém, sabia? — Proferi expondo parte da minha indignação e raiva. — Ou essa era sua intenção? Pretendia matar alguém? — Minha sobrancelha esquerda subiu enquanto eu a observava um tanto séria.

Eu não duvidava mais de nada nesse mundo. A alguns meses atrás nada faria sentido, mas a cada dia que passa eu tenho mais certeza das histórias que minha avó me contou sobre essas criaturas que residem em nosso mundo, mas como podem ser tão parecidas conosco? — Não vai falar nada? — Indaguei ao notar que o silêncio havia predominado, daria tudo para saber o que se passava na cabeça daquele ser.

avatar
Hazel Calizaire Ziegler
CAÇADOR
CAÇADOR

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/05/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] Back to life 25/05/2016

Mensagem por Charlote W. Barakat em Qui Maio 26, 2016 6:54 pm



nothing like the florest



O carro tinha perdido o caminho, droga amava o carro mas enfim, eu estava com um arranhão na testa que daqui a pouco para de sangrar, respirei fundo mais uma vez e do nada a garota morena aparece e responde o que eu estava falando para mim mesma me dando um susto.


— Ai caralho, que susto! — Falei por instinto olhando para ela, e vou falar, para uma humana até que era bonitinha mesmo toda suja de lama. — Bom saber que não é idiota. — respondi com um to de abuso olhando para ela como se eu não ligasse.

Depois a tal morena falava algumas coisas como Sempre dirige assim? Você poderia ter matado alguém, sabia? e  Ou essa era sua intenção? Pretendia matar alguém? eu não a respondia, tinha medo de deixar algo escapar mas claro que não tinha a intenção de matar ninguém porque como disse antes não queria peso morto comigo. Sei que é um motivo egoísta mas agradeça que não quis mata-lá, na verdade não gosto de sair matando como a maioria da minha especie faz, acho que não vale a pena.

E eu estava ótima calada até que ela disse Não vai falar nada? eu estava tentando ficar calma e não dizer nada rude mas fazer o quê não dá para segurar os instintos as vezes e quando caso sou eu quer dizer quase nunca.

— Não tive a intenção de matar ninguém, okay? — Falei ríspida e sem respirar durante a fala. — Quis assustar você pois você estava no meu caminho  — novamente um frase sem respirar por isso dessa vez respirei fundo antes de continuar, ficar calma novamente. — Talvez você seja idiota, não deveria entrar na floresta sozinha... —

Nothing Like the Florest – basically me being me.



avatar
Charlote W. Barakat
ASWANG
ASWANG

Mensagens : 11
Data de inscrição : 22/05/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] Back to life 25/05/2016

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: California :: A Cidade

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum